Dica para uma reforma de sucesso! Louças e metais para banheiros parte 01

Bem-vindos a mais um post do #reformasdesucesso!


Você sabia que o banheiro é considerado como um espaço reservado para a conexão pessoal e relaxar?

Sim, este ambiente, que antes deixado de segundo plano, ganhou um espaço enorme de visibilidade. Hoje também conhecido como sala de banho, os banheiros cada vez mais vem sendo utilizado como um momento SPA.

Imagine você chegando em casa depois de um dia de trabalho e entrando em banho para repor todas as energias. Ou simplesmente como um lugar onde se refugiar para cuidar de si mesmo e curtir um momento de privacidade.

Por isto, hoje entendemos que investir no banheiro, é investir em si mesmo.

Mas para que este local tão desejado hoje em dia não se torne uma dor de cabeça, lancei uma série de dicas sobre banheiros para te ajudar, onde serão dividas em 4 partes, e hoje vamos começar com um dos pontos principais, pois envolve todo projeto de disposição da hidráulica, que são as Louças ( cubas e bacias sanitárias ) e metais ( torneiras ).


Vou começar falando sobre os modelos de cubas, elas podem ser encontradas em vários formatos, mas os principais são as quadradas, retangulares e ovais. A escolha do modelo ideal de cuba para seu banheiro precisa ser definida em conjunto com todo o projeto, ou seja, o espaço disponível, se envolve bancada de marmoraria ou não, o sistema hidráulico, gabinete, metais, limpeza, sua manutenção e por último a estética.

Torneira gourmet monocomando
Cuba de sobrepor esculpida com torneira de bica alta

Cubas de Sobrepor


A cuba de sobrepor é instalada sobre a bancada, seguindo o mesmo conceito da cuba de apoio, porém a sua borda fica sobressalentes, ou seja, fica com o seu corpo dentro da pedra e suas bordas ficam acima. Essa cuba é de fácil instalação e pode ser encontrada em diversos tamanhos e modelos.

A torneira ideal para este tipo de cuba é de bica baixa ou de parede;

Sua desvantagem: Ocupa espaço na bancada


Cuba esculpida


Essa cuba produzida com a própria pedra da bancada (porcelanato, marmore, granito, quartzo), é uma das melhores soluções para incluir em projetos de banheiros como lavabo ou espaços compactos, suas principais vantagens são: Que pode ser projetada de acordo com seu espaço e tem um design sofisticado, podendo ou esconder o ralo para escoamento da água.


Sua desvantagem é a dificuldade na limpeza e se não bem executada, acumulo de água por falta do escoamento correto. A torneira ideal para este tipo de cuba é de bica média, alta, ou parede;


Cubas de semi-encaixe


A cuba de semi-encaixe é aquela em que metade da cuba fica apoiada acima da bancada e a outra parte fica suspensa. Para esse modelo, é necessário que a bancada tenha no mínimo 35 cm de profundidade, pois a instalação é encaixando apenas o fundo da cuba.

Torneira ideal para este tipo de cuba é bica baixa, bica média ou parede

Uma vantagem neste modelo de cuba é que não precisa de uma bancada grande para apoia-la, assim otimizando espaço de circulação.

Sua desvantagem é a de manter a bancada seca, caso a água saia do seu perímetro


Cozinha compacta NF
Cuba de apoio esculpida com torneira de bica alta

Cubas de apoio


Esse modelo é muito procurado pois traz leveza e uma estética super agradável ao ambiente, a cuba fica totalmente acima da bancada e é encontrada em vários formatos. É importante ter atenção nas medidas, se você quiser utilizar essa cuba, sua bancada deve ser de 15 á 20 cm mais baixa em comparação com as outras cubas, e as torneiras devem ser de bica alta ou de parede com seu acionamento na parte superior da torneira.

Sua desvantagem é que ocupa um grande espaço da bancada.





Cuba de embutir

Cozinha Haras Los Cardos
Cuba de apoio com torneira bica baixa

Um dos modelos mais utilizados, pois a cuba fica totalmente dentro da bancada, pois é feito um corte que possibilita instalar a cuba por baixo da pedra, assim disponibilizando mais espaço de utilização. Este modelo é muito procurado pelo seu valor acessível, estética que compõe com a a maioria dos estilos de banheiros.

O modelo de torneira ideal para este tipo de cuba é bica baixa ou parede.

Sua desvantagem é que pode acontecer a perda de espaço dentro do gabinete e se mal selada a entrada de água.



Cuba de piso

A cuba de piso, são os lavatórios sobre colunas de chão, porém hoje com seu design totalmente diferente, e elas são perfeitas para ambientes que não há necessidade de armários, como lavabos e trazendo um visual totalmente encantador.

Sua única desvantagem é a limpeza.

A torneira ideal para este tipo de cuba são torneira de parede, de piso ou bica alta



Como podemos observar, existem diversas opções no mercado e cada uma traz uma personalidade diferente ao ambiente. Entre os acabamentos de cubas para banheiro, o branco costuma ser o mais utilizado, mas você pode encontrar diversas cores e designs únicos que irá fazer composição com todos os outros materiais do seu banheiro.

Uma observação muito importante é que as Cubas de sobrepor, semi-encaixe e de apoio são encontradas com o metal direto na cuba ou sem o metal, é importante ficar atento a esse detalhe na hora da compra.


Agora que você escolheu a cuba, iremos falar desse metal que é queridinho e traz um aspecto luxuoso ao banheiro ou lavabo, as torneiras. Já fizemos um post onde explicamos a diferença entre uma torneira convencional e os misturadores, no banheiro esses modelos também se encaixam, assim como as de mesa e de parede.


Porque investir na torneira ideal para banheiro pode fazer toda a diferença?


Engana-se quem pensa que torneiras para banheiros são todas iguais. Como expliquei, existem as torneiras de bica baixa, média, alta, de piso e de parede. Cada uma delas é ideal para um tipo de cuba, além disto, com diferentes acabamentos, funcionalidades e benefícios que permitem até mesmo economizar água .


Para quem tem este objetivo de controlar o consumo de água e até mesmo reduzi-lo, há torneiras com fechamento automático como a torneira por sensor ou pressão.


A instalação da torneira vária com o modelo, se for de bancada, a saída de água precisa ser abaixo dela, geralmente dentro do gabinete, instalada com uma mangueira flexível, se a torneira for misturador, são duas saídas, uma para água quente e outra para água fria.

Já a torneira de parede, sua saída de água precisa ser acima da bancada e é instalada diretamente nela, sendo misturador, seus registros são instalados separadamente, ambos na parede. E a torneira de piso, que da um toque ousado ao ambiente, seu ponto de instalação fica no chão, ao lado ou atrás da bancada.


O acabamento mais utilizado é o cromado, pelo seu custo benefício, porém encontramos no preto, aço escovado e rose gold.



Para a escolha da sua bacia sanitária, além da estética e decoração, é importante levar em consideração o local da instalação, sustentabilidade e manutenção. Atualmente no mercado existem esses três modelos: com válvula de descarga, caixa acoplada ou sistema a vácuo.


Válvula de descarga


Esse modelo é o mais popular e que mais consome água, o que não é um fator positivo. A válvula fica separada da bacia e ocupa menos espaço no banheiro, geralmente esse é o mais barato, mas a sua manutenção é mais complicada devido ao seu sistema de descarga estar embutido na parede.


Caixa acoplada


Essa bacia tem um design mais sofisticado e um custo mais alto do que o convencional. A sua vantagem é a sustentabilidade, geralmente esse modelo vem com duplo acionamento onde um dos botões libera três litros de água no caso de dejetos líquidos e o outro seis litros para dejetos sólidos, o que pode gerar uma economia de até 60% da água. A sua manutenção é mais simples pelo fato de a caixa estar fora da parede, e por essa mesma característica, esse modelo não é recomendado em banheiros compactos.

Existem também as bacias sanitárias monobloco, possuem o mesmo sistema da caixa acoplada, mas a sua diferença é que ela só pode ser vendida em uma peça única.


Sistema a vácuo


O sistema a vácuo é o mais sustentável, mas tem um custo muito elevado. Esse modelo utiliza apenas 1,2 litros de água para a limpeza, pois se alia a um sistema de pressão que suga os dejetos. Além do valor da bacia ser alto, a sua instalação também, pois é necessário cuidados específicos e uma estrutura que suporte a pressão.

Por último, temos o bidê, que já não é tão utilizado como antigamente e foi substituído pela ducha higiênica (fica ligado que o próximo post iremos falar melhor sobre ela). O bidê nada mais é que um objeto sanitário, com uma forma de bacia oval, tem formato semelhante a um vaso sanitário, mas sem tampa e pode ter ducha interna ou externa.

Quando pensamos no design das bacias, temos duas opções, a com sifão aparente que são as mais comuns e a carenada. O modelo carenado fica com uma superfície lisa, onde não é possível visualizar o sifão, deixando o banheiro com um visual mais clean e sofisticado, garantindo a facilidade na limpeza do dia a dia. Além disso, no mercado é possível encontrar bacias suspensas, mas a única opção de descarga seria a válvula embutida na parede. Todos os modelos de bacias são encontrados em diversos acabamentos, sendo os mais procurados branco e o preto.


Um bom caminho para acertar nas escolhas dos acabamentos é criar um painel visual, conhecido também como moodboard, como o exemplo abaixo, onde criamos o painel de referência para o inicio do projeto.



Agora que você conhece as opções existentes de cada um desses produtos, acho que ficou mais fácil para escolher o seu, não é? Deixe nos comentários quais deles seriam ideias para a sua casa ou comércio.


Atenção: Ao pensar na composição do seu banheiro precisamos levar em consideração as escolhas de todos estes itens, pois a passagem elétrica, hidráulica, medidas e furação das bancadas precisam ser planejada com antecedência.




92 visualizações8 comentários

Posts recentes

Ver tudo